As rotinas de prevenção de contaminação e disseminação da infecção por Covid-19 devem ser aplicadas a todos os procedimentos diagnósticos, conforme protocolos de risco (veja abaixo). Ademais, recomenda-se higienização de todos os componentes que entrem em contato direto com os pacientes em geral, após o uso, preferencialmente com quaternário de amônio (mesmo que não sejam pacientes suspeitos de infecção pelo Covid-19), no contexto da pandemia.

Uso de EPI para os técnicos de ECG deve seguir o protocolo, conforme:

Equipe multiprofissional sala isolamento / quartos

Neste cenário, recomenda-se que o ECG seja realizado pela equipe de enfermagem que já está cuidando do paciente com COVID-19. Caso o técnico seja o único profissional disponível para fazer o exame, deve usar Máscara N95, óculos, avental descartável 30G, gorro, luvas de procedimento.

Equipe multiprofissional setor de sintomáticos respiratórios

Máscara cirúrgica, óculos, avental descartável 30G, gorro, luvas de procedimento.

 

Equipe de enfermagem da triagem (Pronto socorro)

Máscara cirúrgica, óculos.

Equipe multiprofissional UTI

Neste cenário, recomenda-se que o ECG seja realizado pela equipe de enfermagem que já está cuidando do paciente com COVID-19. Caso o técnico seja o único profissional disponível para fazer o exame, deve-se usar máscara N95, óculos, avental impermeável, gorro, luvas de procedimento.

Equipe multiprofissional com exposição a secreções, fluidos e aerossóis

Máscara N95, viseira, avental impermeável, gorro, luvas de procedimento.

Equipe limpeza para limpeza concorrente e terminal

Máscara N95, viseira, avental impermeável, gorro, luvas de procedimento, botas impermeáveis.

Recepcionistas, seguranças, médicos do PA e outros

Máscara cirúrgica.

Para mais detalhes, consulte aqui a Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 04/2020

 

Compartilhe:
FacebooktwitterlinkedinFacebooktwitterlinkedin

Busca no site: