Difícil de aceitar, mas, as estrelas morrem! E como vivem altas no céu, sua luz continua viajando, iluminando… E as especiais, antes do seu fim, pulverizam o universo num grandioso espetáculo de rara beleza, originando outras tantas.

Assim foi a vida do Eduardo. Uma estrela para os que tiveram oportunidade de conhecê-lo. Sua vida foi dedicada ao próximo, sempre! Como professor, formou uma infinidade de cardiologistas, como médico, serviu a todos que o procuraram, tanto no serviço público como no privado. A profunda empatia, o carinho, o companheirismo, a alegria, a mansidão, eram parte de sua luz. Que se exacerbava quando se deparava com um traçado eletrocardiográfico e neste momento, o tempo parecia parar para aqueles que, ao compartilharem de sua alegria, também se iluminavam…

Na vida da SBC, SOCERJ e SOBRAC sempre foi um membro atuante, um astro, de fato. Nos congressos todos aguardavam suas apresentações de eletrocardiograma e arritmias cardíacas.

Seu irmão, Dr. Júlio Andréa, hemodinamicista e seu filho, Dr. Bruno Andréa, eletrofisiologista são membros ativos na nossa sociedade.

Nesse céu cheio de estrelas, que é a classe médica do Brasil, agora há uma estrela a menos. Mas há muitas outras que delas se originaram. E, infelizmente, o espetáculo estará visível somente para o nosso PAI, que o recebe em seu novo lar.

Beijos Eduardo, tu estarás sempre em nossos corações, referencialmente íntimo em nossos sistemas de condução.

Washington Andrade Maciel e Luis Gustavo Belo de Moraes

Compartilhe:
FacebooktwitterlinkedinFacebooktwitterlinkedin

Busca no site: