Desafio Eletrocardiográfico

Gestante na 12 segunda semana gestacional com arritmia supraventricular recorrente, qual a conduta?

Muhieddine Omar Chokr e Cristiano Dietrich

O Caso

Paciente de 32 anos, na 12ª semana de gestação com história de palpitações taquicárdicas relacionadas aos esforços físicos. Tem história de ablação prévia de taquicardia atrial Para Hissiana sem sucesso. A gestação atual precipitou piora do quadro de taquiarritmia com limitação das atividades diárias e laborativas mesmo em uso de Sotalol 80mg 2 vezes ao dia. O ecocardiograma era normal e o teste ergométrico confirmou a ocorrência de taquicardia atrial no pico do esforço e na fase inicial da recuperação ( Figura ) demonstrando relação com os sintomas e reversão espontânea para ritmo sinusal.
Diante da história clínica:

Diante da história clínica:

Carregando ... Carregando ...


Discussão:

Resposta: E

Discussão:

Os potenciais efeitos lesivos em longo prazo da exposição à radiação geram questionamentos quanto à realização de procedimentos eletrofisiológicos em jovens, essa questão é ainda mais complexa quando envolve gestantes. Até o momento, não há associação com abortamento espontâneo, malformações congênitas ou restrição de crescimento dos fetos expostos a quantidade de radiação inferior a 5 rads. No entanto, há evidência de aumento do risco futuro de câncer, principalmente leucemia, atribuído à exposição à radiação intra útero. Dessa forma, técnicas com fluoroscopia zero são preferíveis àquelas que empregam radiação ionizante mesmo em quantidade pequena.
A aplicabilidade do sistema de mapeamento tridimensional em reduzir a quantidade de radiação ionizante durante procedimento de ablação de taquicardia atrial em gestante já foi demonstrado por meio de relato de casos, com alta taxa de sucesso e baixo número de recorrência, porém com envolvimento somente dos átrios direito ou esquerdo com uso auxiliar da ecocardiografia intracardíaca .
Embora citações prévias descrevam a abordagem das cúspides aórtica como uma das limitações à técnica de fluoroscopia zero, apresentamos um caso de ablação complexa em uma mulher jovem com taquicardia atrial sintomática, refratária às medicações e na 12ª semana de gestação. Foi realizado mapeamento eletrofisiológico e eletroanatômico (EnSite NavXTM) do átrio direito, e das cúspides aórtica através de acesso retroaórtico ( figura 2 e 3). Todo procedimento foi realizado sem exposição aos raios X, somente por meio da integração dos eletrogramas intracavitários característicos de cada estrutura com a anatomia reproduzida com o auxílio do sistema de mapeamento 3D e obtida através da manipulação cuidadosa do cateter de ablação principalmente na superfície das cúspides aórtica5 o que permitiu identificar o alvo adequado e eliminar a taquicárdia.
Em nossa revisão, esse é o primeiro caso reportado em gestante, de ablação com sucesso de taquicardia atrial para-hissiana com aplicações de radiofrequência nas cúspides aórtica com fluoroscopia zero e sem uso de ecointracardiaco. A estratégia de aplicação de radiofrequência nas cúspides aórtica com o auxílio do sistema de mapeamento 3D e dos eletrogramas intracavitários mostrou-se factível e segura para a ablação de taquicardia atrial focal para-hissiana em gestantes.
A Paciente teve boa evolução clínica e está assintomática no seguimento de 2 anos, a criança nasceu sem intercorrências e apresenta crescimento dentro do esperado.

 

 

Estratégia de mapeamento nas cúspides, observar que a analise do eletrograma intracavitário permite distinguir com precisão a cúspide em que o cateter de ablação está posicionado.

 

 

Aplicação de radiofrequência na cúspide não coronariana interrompeu a taquicardia em 2 segundos sem reindução.

 

 


Referência bibliográfica

⦁ Bitaraes CSB, Chokr MO, Pisani CF, Scanavacca MI, HeartRhythm Case Reports 2018
⦁ Sasaki et l. Distinctive electrogram and Aortography of Coronary Cusp, JCE, vol 22, No5, 2011

Um Comentário em “Gestante na 12 segunda semana gestacional com arritmia supraventricular recorrente, qual a conduta?

Warning: call_user_func_array() expects parameter 1 to be a valid callback, function 'website_remove' not found or invalid function name in /mnt/data/itarget.com.br/newclients/sobrachome.org/home/wp-includes/class-wp-hook.php on line 286

Deixar um comentário

Seu email não será visível para os visitantes, campos com (*) são obrigatórios

* *