Falta de ar, cansaço e coração acelerado são alguns dos sintomas mais frequentes sentidos pelas mulheres durante a gravidez. Saiba se isso pode ser um problema para a gestante ou para o bebê

A gestação consiste em um período no qual acontecem modificações hormonais e hemodinâmicas intensas no corpo da mulher. Durante a gravidez, a quantidade de sangue bombeada pelo coração por minuto aumenta entre 30 e 50%, e a frequência cardíaca pode chegar a 100 por minuto. Tais fatores podem levar ao aparecimento de arritmias cardíacas ou até mesmo intensificar arritmias pré-existentes.

Segundo Iara Atié, médica arritmologista e membro da SOBRAC – Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas, a maioria das arritmias cardíacas é bem tolerada na gravidez e com acompanhamento e tratamento adequado, não costuma conferir risco para a gestante ou para o feto. “É de extrema importância consultar um especialista para analisar cada caso. O profissional levará em consideração a arritmia específica e o quadro clínico da gestante”, completa.

Outra dúvida muito comum é se a gestante com arritmias cardíacas pode ter o parto normal. “O tipo de parto costuma estar mais relacionado a fatores obstétricos do que as arritmias cardíacas. É necessário individualizar o caso de cada paciente e fazer um acompanhamento conjunto com o obstetra. Dessa forma, oferecemos a gestante e ao bebê a melhor experiência possível com toda segurança no parto”, finaliza.

Live no Instagram debaterá sobre as arritmias cardíacas na gestação

Na próxima segunda-feira, dia 21 de setembro, às 20h, a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC) irá abordar este tema em uma live com os especialistas Iara Atié e Gustavo Glotz de Lima. Eles responderão as principais dúvidas e orientarão os expectadores.

Segundo Ricardo Alkmim Teixeira, presidente da SOBRAC, é missão da Sociedade atuar com ações educativas para o esclarecimento das arritmias cardíacas, prevenção e tratamentos por meio de comunicações em seu site, mídias sociais e pela Campanha Coração na Batida Certa. “Ainda mais neste momento de isolamento social que estamos vivendo, a SOBRAC está procurando formas de se aproximar de pacientes e da população geral levando informações de qualidade e orientações”, explica o presidente.

Acompanhe as Lives no Instagram: @sobrac

Sobre a SOBRAC:

A Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC), é uma entidade médica sem fins lucrativos, afiliada à Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), cujo objetivo de atuação é a normatização de atividades relacionadas às arritmias cardíacas no Brasil, promoção do desenvolvimento científico e a valorização do profissional desta especialidade.

Desta forma, apenas profissionais médicos e aliados podem se associar à entidade, não sendo possível a adesão da população leiga para estes fins. Para estes públicos, a Sociedade atua com ações educativas para o esclarecimento das arritmias cardíacas e seus tratamentos, por meio de comunicações em seu site, mídias sociais e pela Campanha Coração na Batida Certa.

Para conhecer mais, acesse: www.sobrac.org.

Atendimento à Imprensa:
PHOTOTEXTO COMUNICAÇÃO & IMAGEM
Bárbara Cheffer: (11) 97353-182 | barbara.cheffer@phototexto.com.br
Bruna Nishihata: (11) 94153-9331 | bruna.nishihata@phototexto.com.br

Compartilhe:
FacebooktwitterlinkedinFacebooktwitterlinkedin

Busca no site: